quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A beleza neste mundo.

"… talvez seja isso a vida: muito desespero, mas também alguns momentos de beleza em que o tempo não é mais o mesmo." (Muriel Barbery em "A elegância do ouriço")

De novo a morte a nos voltar o olhar bonito para a vida. Hoje, foi preciso aprender isso de novo. Renée e Paloma em mim. O sempre no nunca. Que sorte a minha.

7 comentários:

  1. Cris, que sincronia! Terminei o livro ontem à noite e, hoje, seu post era o primeiro no meu reader. Cliquei correndo, já adivinhando do que se tratava. É lindo, né... como são, também, seus posts. Parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Tudo muitolindo, principalmente a cronica poetíca dohomem sem lar que queria ser dela...

    ;*

    ResponderEliminar
  3. Renee e Paloma nos fazem acreditar no que é belo de verdade. Esse é o meu livro de cabeceira, Cris. Eu ganhei de natal e comprei para alguns amigos. Já pensou se cada Renee tivesse um Kakuro? beijos

    ResponderEliminar
  4. Este livro é tudo de bom....
    Ontem comecei "A morte do Gourmet". Estou curiosa para ver a relação do crítico gastronômico com a Renee.
    bjs

    ResponderEliminar
  5. Puxa, eu queria que o meu blog fosse "pouco conhecido" como este seu. rsrs.
    Outro dia li "Para Francisco". Comprei o último da livraria para dá-lo de presente para uma amiga, mas li antes. Foi no dia dos pais e aconteceram coincidências lindas enquanto eu lia o livro, o que pretendo contar a vc em outra oportunidade, pq de fato me tocou muito.
    Eu te espreito sempre e sempre com carinho.
    Beijos n'alma.
    Sil.

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

    ResponderEliminar