terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Muito.

O que ela quer é falar de amor. Fazer cafuné, comprar presente, reservar hotel pra viagem, olhar estrela sem ter o que dizer. Quer tomar vinho e olhar nos olhos. Ela quer poder soprar o que mora dentro, o que não cabe, que voa inocente e suicida. Ela quer o que não tem nome. Quer rir sem saber de quê, passar horas sem notar, quer o silêncio e a falação. Ela quer bobagem. Quer o que não serve pra nada. Quer o desejo, que é menos comportado que a vontade. Ela quer o imprevisto, a surpresa, o coração disparado, o medo de ser bom. Quer música, barulho de e-mail na caixa, telefone tocando. Ela tem muito e quer mais. Quer sempre. Quer se cobrir de eternidade, quer o oxigênio do risco pra ficar sempre menina. Ela quer tremer as pernas, beijo no ponto de ônibus e a milésima primeira vez. Quer cor e som, lembrança de ontem, sorriso no canto da boca. Ela quer dar bandeira. Quer a alegria besta de quem não tem juízo. O que ela quer é tão simples. Só que ela não é desse mundo.

40 comentários:

  1. Tem muito mais pessoas desse mesmo mundo do que ela possa imaginar.
    inté

    ResponderEliminar
  2. O problema que muitos desse mundo transforma o simples em complicado.

    ResponderEliminar
  3. Ah, me vi nesta garota... e sei, realmente, que não sou daqui.

    ResponderEliminar
  4. pois então fazemos parte dessa tribo desses quereres tão ricos de simplicidade.
    ;)

    ResponderEliminar
  5. Ah, Cris! Muito é o que você consegue expressar com poucas palavras. Delicadeza tamanha!
    Muito me encaixei neste "seu mundo".
    Só me resta ser grata e te desejar muito amor. Muito!
    Beijos, Pri

    ResponderEliminar
  6. Nossa Cris, adoro o que você escreve,vc é delicadez e candura! Me vi nesta garota!!Este é o grande problema do ser humano,complicar tudo! Vc arrasa sempre! Um beijo Ana

    ResponderEliminar
  7. é como na canção aquela 'eu quero ir, minha gente, eu não sou daqui'...

    ResponderEliminar
  8. Tu me faz chorar demais...de emoção, de alegria, de amor.

    ResponderEliminar
  9. Queira, queira muito... e o mundo, o teu mundo fará acontecer.

    ResponderEliminar
  10. Olá Cris, sempre venho aqui passear no seu Blog, muito lindo, cheio de vida... cada texto, inclusive vim (conhece-la) na revista Ragga de B.Hte, vi um texto seu sobre casamento, e achei o máximo, há... tbme comprei o livro Para Francisco, que tbm amei.
    Menina... qto sentimento!!!!!
    Obrigada pelo carinho de sempre e venha fazer parte do meu blog tbm:

    http://lojinhadaluluquete.blogspot.com/

    Bjoquitas coloridinhas!!!!

    ResponderEliminar
  11. Me sinto assim! quero tudo isso, e mais um pouco, mesmo que seja sem querer...

    ResponderEliminar
  12. Ela quer o q é bom, se faz gostosa, linda e maravilhosa, um sonho de mulher, é mto bom poder abastecer estes desejos, mas as vezes sobram brigas e discussões q nos afastam, mas convenhamos elça quer ser e ter, tá bom assim, enfim, sonhar é preciso, pra vc bjos, bjos, bjosssss

    ResponderEliminar
  13. Linda! É assim que me vejo traduzida por tuas palavras.

    bj

    ResponderEliminar
  14. Também não sou desse mundo e agora, lendo você, vejo que não estou sozinha! Serão que são os hormônios? Ou será o coração de mulher? Somos grandes!!

    ResponderEliminar
  15. Sim, somos grandes e por isso os sonhos básicos devem minimamente poéticos, mesmo sem perder a simplicidade.

    ResponderEliminar
  16. O que ela quer é tudo o que eu tam´bém quero...Só que eu não posso...

    Beijos e borboleteios...

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Ser correspondida. E corresponder. E entrar neste ciclo virtuoso, nessa espiral ascendente.
    Todos queremos este mundo, único e ao mesmo tempo universal.
    Todos queremos a sensação de pertencimento.
    Cumplicidade.
    Todos que não nos sentimos deste mundo, queremos encontrar nosso lar.
    Eu quero ser testemunha da vida de alguém, quero ser aquela a lembrar de seu caminho. E quero ter este alguém para testemunhar o meu caminho. Quero percorrer o caminho assim, testemunhada, acompanhada, de intenções, de olhares, de vontades, de saudades, de mãos dadas.
    É o que todos queremos.

    Bjim.

    ResponderEliminar
  19. Às vezes o simples pode ser tão complicado.. né?

    Adorei o blog, voltarei sempre.

    Bjos

    ResponderEliminar
  20. ela só quer voltar aos vinte e nove.. e, quando for, me leve. contato imediato. :*

    ResponderEliminar
  21. Cris fofa,
    Essa é a primeira vez que passo por aqui, sou assídua é no "hoje vou Assim" e no "Para Francisco", mas fala verdade... Cê jura que não me conhece? Porque, se me permite a apropriação, essa aí sou eu... rsrsrsrs
    Beijo

    ResponderEliminar
  22. ela sou eu?
    ...e ela és tu!
    divina sempre
    amo♥

    ResponderEliminar
  23. Te conheci para francisco. Depois hoje vou assim. E agora essa maravilha cheia de amor.
    Você é guerra, ou sobrevivente dela, afinal?

    Adorei!

    ResponderEliminar
  24. Atenção, atenção...

    Quem encontrar isso tudo, ou parte disso tudo, favor me avisar!!!

    Eu também queeeeeeeero!!

    ResponderEliminar
  25. Meu Deus! Cada texto mais lindo que o outro! Essa "queredora" se parece tanto comigo... Rs... E agora? Beijos! Vai para o meu blog: http://noitesdesolebrisa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  26. Ela não é desse mundo e eu também não sou...
    Como é difícil quando não se é desse mundo!
    Parece que a prova fica o dobro de complicada...
    Mas... se tivermos sorte e o nosso carma for bom...
    Podemos ser agraciados com uma dádiva!

    ResponderEliminar
  27. Aiii.. Eu também quero!
    Posso colocar no meu Blog?

    ResponderEliminar
  28. ADOREEEEEEEEII !

    vou seguir seu blog, parabéns pelos textos *-*

    ResponderEliminar